Arquivo para maconha

Barack Obama lucrando com roupas feitas maconha. Por que não podemos fazer igual?

Posted in Política with tags , , , , , , on 6 de agosto de 2012 by hiperdimensao

Siga este link e veja com seus próprios olhos.

Barack Obama vendendo roupas feitas com fibras de cânhamo em sua loja online. Este é só um pequeno exemplo do grande potencial industrial que a Cannabis tem.

Uma cópia da tela mostrando o produto à venda. Note “55% hemp” na composição da peça.

A partir da maconha, podemos fazer sapatos, roupas, papel, partes de carros, casas, quadros de bicicleta, cosméticos, mochilas e bolsas, cordas, tecidos, embalagens, suplementos com ômega-3, combustíveis, barcos, lâmpadas, decorações, skates, compensados e outra infinidades de produtos.

Uma economia baseada no cânhamo, além de ser sustentável, é muito mais produtiva. Segundo o Departamento de Agricultura americano, com 1 acre de maconha pode-se produzir o equivalente em produtos a 4,1 acres de árvores hoje utilizadas industrialmente. Além disso, a maconha cresce muito mais rápido e as pragas não danificam o plantio por causa do gosto amargo da planta.

O cânhamo pode salvar o mundo:

A cura do câncer existe e é real

Posted in Biologia, Ciência, Disclosure, Guerra de Informação, Jornalismo, Medicina, Nova Ordem Mundial, Política, Química, Tecnologia with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on 13 de maio de 2012 by hiperdimensao

A cura para o câncer, de fato, já é conhecida e documentada há quase um século. E não estou falando de quimioterapia (veneno), nem de radiação.

Desde Max Gerson, o médico alemão que desenvolveu a terapia que leva seu nome, pelo menos outras duas terapias curativas existem: os antineoplastons do Dr. Burzynsky e a maconha, crua, em sua forma natural não-queimada.

A terapia de Gerson

A terapia de Gerson consiste basicamente em tentar eliminar do organismo qualquer tipo de substância tóxica e prejudicial, prevenindo uma sobrecarga fisiológica do sistema imune na tentativa de eliminar e neutralizar os agentes poluentes do nosso meio orgânico corporal.

Isso é feito evitando-se qualquer forma de alimento processado, como farinha e açúcar refinados, que passam por vários processos químicos para se tornarem brancos e de aspecto “puro”. Evita-se também a ingestão de agrotóxicos; portanto, só é permitido alimentos orgânicos.

Ao dizer que o solo é responsável por nosso metabolismo externo, o Dr. Max Gerson brilhantemente nos traz com essa analogia a visão de mundo que evoca Gaia, a idéia de que o planeta Terra é um só organismo vivo do qual somos apenas uma parte desse todo.

Pensando assim, o Dr. Gerson institui uma alimentação em que o máximo de nutrientes em sua forma in natura deve ser ingerido, aumentando assim as chances de conseguir uma quantidade mínima de certas substâncias que seriam impossíveis de absorver apenas pela mastigação. Isso é feito com uma prensa, que extrai o suco de aproximadamente 10 kilos de vegetais variados e esse extrato será tomado ao longo do dia, juntamente com as refeições naturais compostas de vegetais, folhas, frutas, grãos e tudo o mais que for natural e livre de toxinas.

Sua neta, Charlotte Gerson, possui uma clinica no México. Há outras clínicas espalhadas pelo mundo que, usando o método desenvolvido por Gerson, tratam não só o câncer, mas também doenças cardiovasculares e autoimunes com sucesso.

Assista e divulgue os documentários “Morrendo por não saber” e “O milagre de Gerson“:

Amigdalina

A partir de 1974, o ativista político e autor do livro World Without Cancer – The Story of Vitamin B17, G. Edward Griffin passa a advocar em favor de uma substância conhecida por amigdalina, não oficialmente reconhecida como vitamina B17.

Sua proposta é parecida com a de Gerson e afirma que o câncer na verdade é uma doença gerada por uma deficiência nutricional. Assim como a falta de cada vitamina causa uma doença, como por exemplo a falta de vitamina C causa escorbuto; de vitamina B12, anemia e problemas neurológicos; vitamina E, esterelidade, e assim por diante, a deficiência de vitamina B17/amigdalina causa câncer.

No mesmo ano, o Dr. John A. Richardson, começou a curar pacientes com câncer usando um método similar ao de Gerson. Mas ao invés dos sucos, o Dr. Richardson passou a usar suplementos vitamínicos e altas de doses de amigdalina. O resultado inacreditável pode ser conferido em seu livro de descrição de casos Laetrile Case Histories: The Richardson Cancer Clinic Experience.

Antineoplastons

Os antineoplastons são uma categoria de substâncias não-tóxicas, peptídicas, descobertas pelo médico polonês Stanislaw Burzynsky. Ele percebeu que havia uma substância ainda não mapeada na urina de pessoas sem câncer e que nas pessoas com câncer, essa substância faltava. Ele fez a descoberta enquanto trabalhava em sua tese de doutorado.

Um tipo de câncer chamado glioma do tronco cerebral que nunca antes tinha sido curado num ensaio clínico controlado  foi curado pela primeira vez na história da medicina usando antineoplastons. Foram dezenas de casos similares.

Assista e divulgue o documentário Burzynsky – O câncer é um grande negócio:

Maconha

A maconha, por si, é um capítulo à parte na história das substâncias lendárias e controversas. Com a crescente apaziguação do preconceito, inclusive pelos profissionais da saúde, mais luz é jogada no conhecimento das propriedades benéficas (eu diria milagrosas) da planta que cresceria por aí com a mesma facilidade que capim – se não fosse proibida.

A quantidade de trabalhos publicados a cada ano cresce de maneira espantosa. Entre eles, um  estudo publicado na revista “Nature Reviews-Cancer” fornece, além dos detalhes, uma explicação histórica sobre como o THC e os canabinóides naturais combatem o câncer, mas preservam as células normais.

Um outro estudo, de Manuel Guzmán de Madrid, Espanha, descobriu que os canabinóides, os componentes ativos da maconha, inibem o crescimento de tumores em animais de laboratório. Eles fazem isso através da modulação das principais vias de sinalização celular, induzindo a parada do crescimento e morte de células tumorais, bem como inibindo o crescimento de vasos sanguíneos que alimentam o tumor.

O estudo de Guzman é muito importante, de acordo com o Dr. Ethan Russo, um neurologista e autoridade mundial sobre a Cannabis medicinal: “O câncer ocorre porque as células se tornam imortais, pois elas não prestam mais atenção aos sinais normais de desligar o crescimento. Uma função normal de remodelação no corpo exige que as células morram sob controle. Esta é a chamada apoptose, ou morte celular programada. Esse processo deixa de funcionar em tumores. O THC promove o seu reaparecimento, para que os gliomas, leucemias, melanomas e outros tipos de células, com efeito, fiquem atentas aos sinais, parem de se dividir, e morram. ”

Mas, isso não é tudo“, explica Dr. Russo: “A outra forma que os tumores crescem é garantindo que estes sejam alimentadas: eles enviam sinais para promover a angiogênese, o crescimento de novos vasos sanguíneos. Os canabinóides também desligam esses sinais. É verdadeiramente incrível, e elegante.”

Em outras palavras, este artigo explica diversas maneiras em que os canabinóides podem ser utilizados para combater o câncer, e, como diz o artigo, “Os canabinóides são geralmente bem tolerados, e não produzem os efeitos tóxicos das quimioterapias convencionais.

Um outro estudo mais recente, demonstrou os benefícios da utilização da Cannabis no combate ao câncer de fígado. Os pesquisadores descobriram em seus estudos que a Cannabis promove a inibição do crescimento de células cancerígenas.

E em um terceiro estudo, publicado em 2009 por pesquisadores da Suíça, descobriram que “os efeitos anti-tumorais mediados pelos canabinóides não estão limitados a inibição da proliferação de células cancerígenas, mas os canabinóides também reduzem a angiogênese, a migração celular e metástase, inibem a carcinogênese e atenuam os processos inflamatórios.”

Lembre-se que os efeitos benéficos advém da maconha consumida in natura, ou seja, crua, não-queimada.

As questões

Por que esse conhecimento não é divulgado? Por que não ensinam isso nas escolas de medicina?

Normalmente, qualquer história que sequer sugira a possibilidade de um novo tratamento para o câncer é saudada com manchetes sobre a “cura do câncer”, quão remota e improvável seja. Mas se métodos “fora do esquema” corporativo estiverem envolvidos, quem dera a – fale baixo… – maconha, não esperem nenhuma cobertura da mídia, já que os editores tradicionais vêm silenciosamente matando esta história desde sempre.

E isso é porque Doença dá lucro. É muito mais lucrativo tratar pra sempre com remédio feito do petróleo do que curar rapidamente, ainda mais com substâncias naturais, impatenteáveis.

– agradeço a colaboração de www.anovaordemmundial.com e caminhoalternativo.wordpress.com

Plantar maconha para fins medicinais deixa de ser ameaça criminal em tribunais americanos

Posted in Biologia, Ciência, Disclosure, Filosofia, Guerra de Informação, Jornalismo, Medicina, Nova Ordem Mundial, Política, Química, Tecnologia with tags , , , , , , on 1 de abril de 2012 by hiperdimensao

Você sabia que o THC da “Cannabis sativa” não-psicoativo (quando a planta está crua) é um tremendo remédio? Atua como potente anti inflamatório, analgésico e ainda milaculosamente tem propriedades oncopênicas / anticâncerígenas ainda não elucidadas pela medicina. No link, histórias do milagre, por favor, veja!

Ainda, o Departamento de Justiça americano conclui: “…em se tratanto de termos médicos, a maconha ingerida é muito MAIS SEGURA para a saúde do que muitos outros ALIMENTOS disponíveis para consumo.”

Assista ao video!!

http://www.youtube.com/watch?v=7xPmR8j4plw

Maiores informações:

http://www.naturalnews.com/035400_juicing_cannabis_remedies.html

Constituição e leis brasileiras jogadas no lixo. Liberdade religiosa é crime. Ditadura acontecendo?

Posted in Jornalismo, Nova Ordem Mundial, Política with tags , , , , , on 27 de junho de 2011 by hiperdimensao

Primeira Igreja Niubingui Coptic de Sião do Brasil, foi invadida pela Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) na tarde do dia 22 de junho de 2011, na cidade de Americana, interior de São Paulo. Segundo Ras Geraldinho, líder do grupo religioso, seu templo foi “profanado” e “destruído” pelas autoridades federais durante a invasão.

Mesmo com as leis de proteção religiosa garantidas pela constituição brasileira, a DISE entrou na igreja e destruiu todos os pés de maconha plantados no local, além de levar computadores, todos os objetos do sacrário de Geraldinho e até a versão da igreja para a Bíblia Sagrada, tudo recolhido como suposta evidência de um crime não anunciado na invasão.

E isso não é a primeira vez que acontece na igueja do Ras: “A DISE chegou aqui exatamente igual fizeram da outra vez. Eles destruíram a minha igreja. Eles viraram minha casa de ponta cabeça. A casa do meu Pai! Por volta de meio dia eles já tinham invadido. Eles simplesmente destruíram tudo. Arrancaram todos os pés da planta sagrada, levaram todo o sacrário da igreja, eles levaram até a bíblia da minha igreja embora. Eles tiveram coragem de tocar na bíblia sagrada. A gente não sabe mais o que vai acontecer neste País. Isso era feito em 1962. Agora estamos em outro século. Até meus computadores eles levaram.”

De acordo com informações do EPTV da região, a DISE apreendeu um quilo de maconha, sendo 440 gramas em forma de tijolo e 770 em cigarros, além de 20 pés da erva. A polícia ainda teve a displicência de levar R$103,00 como “evidência” de crime! Segundo o site ligado à Rede Globo, Geraldinho estaria sendo indiciado por tráfico. A investigação começou após entrevista de Ras Geraldinho publicada em um jornal regional.

“Eu estou me sentindo um fugitivo e ainda não sei o que fazer. Eu nem sei se tem mandato de prisão contra mim. Hoje eu sou um fugitivo político no Brasil. Dá pra aceitar uma coisa dessas?”

Esse tipo de ação policial é visto como uma regressão de mais de 200 anos nas ações do estado brasileiro. No período colonial, que reinou no Brasil até 1824, era obrigatória a religião Católica. Se o sujeito se declarasse de outra religião, isso era considerado um crime contra a a Coroa portuguesa e uma heresia. Os juízes eclesiásticos é quem davam a sentença do crime e a Coroa era quem executava a sentença.

Hoje a liberdade religiosa é um dos mais importantes direitos individuais previstos na Constituição da República. Este direito está gravado no art. 5º, inciso VI, que textualmente diz: “é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma de lei, a proteção aos locais de culto e às suas liturgias”.

Segundo o jurista José Afonso da Silva, a liberdade religiosa, como consta no dispositivo constitucional acima, se segmenta em três partes: (a) a liberdade de crença, (b) a liberdade de culto e a (c) liberdade de organização religiosa:

(a) A liberdade de crença assegura a liberdade de escolha da religião que se deseja seguir, a liberdade para aderir a seita ou denominação qualquer, a liberdade para se alterar de religião e ainda a liberdade de não ter religião alguma, optando pela descrença. (b) A liberdade de culto compreende a de expressar-se em casa ou em público quanto as tradições religiosas, os ritos, os cerimoniais e todas as manifestações que integrem a doutrina da religião escolhida. (c) A liberdade de organização religiosa diz respeito à faculdade que se dá aos que confessam uma dada religião, de organizarem-se sob a forma de pessoa jurídica para a realização de atos de natureza civil em nome da fé professada.

Portanto podemos perceber que vários desses direitos foram violados pela polícia. Mas quem está no controle da polícia? A ordem vem de cima, meu amigo. Olavo de Carvalho, já há varios anos vem delatando uma constante e lenta montagem de um aparelho ditatorial no Brasil, em acordo com os processos em andamento de uma nova ordem mundial. Como exemplo, na antiga União Soviética, a igueja católica não botava os dedos dentro do governo, e o catolicismo passou a ser praticado de uma forma laica, com o corpo eclesiástico sendo formado por profissionais formados pelo Estado. Nessa época, a KGB fez a festa. O acesso à informações confidenciais que o serviço de inteligência soviético adquiria através dos profissionais que ouviam confissões foi imenso. Presos, mortos e desaparecidos foi o saldo. Na verdade esse é sempre o saldo quando os direitos individuais são lentamente desprezados. Hoje, os direitos individuais de uma minoria; amanhã os direitos coletivos da família humana. Não deixe isso acontecer.

%d blogueiros gostam disto: