Hoje alimentação saudável é praticamente impossível

Atualmente é praticamente impossível se alimentar saudavelmente. Encontrar alimentos livres de substâncias tóxicas pode se tornar cada vez mais difícil se a onda fascista de controle sobre a alimentação mundial continuar.

Exemplos de como isso vem se tornando realidade não faltam:

0 – Em 2012 entra em vigor nos EUA o Codex Alimentarius, o primeiro passo em direção a transformação da comida em arma contra a saúde da população. Suplementos alimentares “desenvolvidos” depois de 1994 serão considerados ilegais a não ser que sejam aprovados pelo FDA. Isso significará que, por exemplo, a vitamina B6 só poderá ser receitada por um médico e ainda assim após “rigorosos” testes que deverão mostrar se realmente há benefício em seu consumo. A vitamina B6 é um bom exemplo, já que o FDA diz não haver indícios de que o suplemento tenha sido comercializado antes de 1994. Isso fará com que as pessoas tenham que pagar caro pelos suplementos (leia-se vitaminas), que terão a distribuição controlada pela indústria farmacêutica.

0 – Outros “especialistas” estão apelando para tentar acrescentar lítio na água potável. A razão principal é tentar diminuir as taxas de suicídio e crimes violentos. O lítio é considerado um modulador de humor e é receitado por médicos em situações como transtorno bipolar, agitação não associada com transtorno bipolar, depressão, para aumentar o efeito de antidepressivos, enxaquecas. Assim como o flúor (que já é adicionado à nossa água), o lítio altera a produção normal do cérebro de serotonina e noradrenalina, que por sua vez artificialmente altera o modo como o indivíduo pensa e como ele ou ela se sente sobre uma dada situação. Entre os efeitos colaterais do lítio, podemos citar sede excessiva, urinar mais ou menos do que o habitual,  febre, fraqueza, sentir-se inquieto ou confuso, dor nos olhos e problemas visuais, movimentos musculares inquietos nos olhos/língua/mandíbula/pescoço, dor/sensação de frio nos dedos, sensação de tontura, desmaios, batimentos cardíacos lentos, alucinações, desmaios, convulsões, febre com rigidez muscular, sudorese, batimentos cardíacos rápidos ou irregulares. Os primeiros sinais de toxicidade do lítio são: náuseas, vômitos, diarréia, sonolência, fraqueza muscular, tremores, falta de coordenação, visão turva, ou zumbido nos ouvidos. Efeitos colaterais menos graves podem incluir leve tremor das mãos, fraqueza, falta de coordenação, náuseas ligeiras, vômitos, perda de apetite, dor de estômago, chateação, afinamento ou secagem do cabelo, coceira da pele. A adição de lítio parece ser mais uma forma que a nossa população possa ser “emburrecida”. Por que os governos querem transformar a nossa água potável em um coquetel químico? Talvez desta forma a sociedade será mais maleável e menos consciênte da verdadeira realidade do mundo.

0 – Não é só o lítio que querem colocar na nossa água. Há também gente dizendo que estatinas devem ser incluídas. As estatinas são medicamentos usados para abaixar o colesterol em pessoas que sofrem de problemas no coração. Mas um  novo estudo publicado na Biblioteca de Cochrane, que analisa testes de drogas, observou dados de 14 ensaios clínicos da droga envolvendo 34.000 pacientes e encontrou indícios de perda de memória a curto prazo, depressão e alterações de humor que tinham sidos deliberadamente subestimados pelas empresas farmacêuticas que financiaram a pesquisa.

0 – O brasileiro ingere cerca de 5/cinco litros de agrotóxicos por ano quando come. Assista ao documentário online “O Veneno Está na Mesa

0 – Escolher alimentos saudáveis agora é chamado de “distúrbio mental” por médicos psiquiátras. É a DAS (Desordem alimentar saudável). Acredite, isso não é brincadeira. Se você se preocupar em comer alimentos saudáveis, evitando todo o tipo de lixo que tentam lhe enfiar garganta abaixo, você será considerado “mentalmente doente” e provavelmente terá algum tipo de tratamento químico – o tal do “remédio”. É a “ortorexia”, outro termo cunhado pelos “expecialistas”. Significa que se você tentar evitar açúcar, sal, cafeína, álcool, glúten, farinhas e outros produtos refinados, transgênicos, frutas e hortaliças que tenham entrado em contato com pesticidas/herbicidas/aditivos, água fluoretada e uma outra infinidade de alimentos que sabidamente fazem mal à saúde, há algo de errado com você. Mais aqui.

0 – Funcionários da UE concluiram, após uma investigação de 3/três anos que não há nenhuma evidência para provar um fato anteriormente indiscutível: que a água pode prevenir a desidratação. Agora produtores de água engarrafada são proibidos por lei de fazer a afirmação e irão enfrentar uma pena de prisão de dois anos, se desafiarem o decreto.

Vivemos, realmente, tempos terríveis.

PS: No Brasil, o lítio já é encontrado na água “mineral” da marca Frescca, que é produzida pelo grupo Carrefour. No rótulo, lê-se claramente “Água mineral fluoretada, litinada, radioativa na fonte”.

2 Respostas to “Hoje alimentação saudável é praticamente impossível”

  1. Já colocaram lítio na marca Santa Catarina, vi aqui em casa. Minha família sem ter conhecimento comprou, que raiva

    • Colocam substâncias obscuras em tudo o que consumimos através da indústrialização alimentícia. Mas essa história do lítio é realmente bizarra. Só nos resta a autoeducação como defesa. Obrigado pelo comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: