Invente uma doença e fique rico!

Por que deixar as grandes companhias farmacêuticas curtirem sozinhas o prazer de criar novas doenças? Você também pode fazê-lo!

Já ouviu falar de DROA, a Desordem do Retardo Obessivo da Antecipação? É uma doença que primariamente se caracteriza por pensamentos intrusivos, repetitivos, clinicamente significantes do ponto de vista mental, gerando um comprometimento piorado pelo medo de ocorrências exacerbadas de imagens mentais ameaçadoras.

E a hoje muito comum SCNG? A Síndrome Compulsiva Nervosa de Gênero? Geralmente associada à comportamentos ansiosos involuntários em combinação com distúrbios psicológicos, tremores, tiques e/ou sudorese relacionados à pensamentos sobre preferências sexuais.

É claro que você nunca ouviu falar em nenhuma dessas doenças, mesmo porque elas simplesmente não existem. Mas esses exemplos fictícios server para você ter uma noção de como é fácil inventar uma doença. Veja como:

1. Patenteie uma subtância química perigosa e a chame de “tratamento” para a doença que quer inventar.

2. Invente pesquisas fictícias que provam que a droga é efetiva. Ou melhor, prove que a droga tem níveis tóxicos toleráveis.

3. Suborne as agências sanitárias para que aprovem a segurança da droga, mesmo que ela possa matar as pessoas.

4. Escreva um artigo e o publique em uma revista científica famosa, forçando a comunidade acadêmica a aceitar a existência da nova doença.

5. Crie propagandas com grande apelo emocional, mostrando pessoas infelizes e confusas sendo transformadas em seres perfeitos depois de consumirem a droga.

6. Envie notas à imprensa, que irão fazer reportagens que servirão como propagandas que convencerão até ao mais cético das pessoas.

7. Suborne médicos com férias, brindes, jantares, festas extravagantes e cotas de consulta para que eles prescrevam sua droga para o maior número de pacientes possível.

8. Suborne também políticos e legisladores para bloquearem o uso de medicina alternativa, forçando o monopólio farmacêutico.

9. Sente e relaxe enquanto as pessoas irão à falência para comprar sua droga.

10. Caso ocorra algum apelo aos tribunais por causa de familiares de pacientes que morreram peloa droga, você irá precisar apenas de uma pequena parcela dos lucros para ter um acordo judicial e ainda sairá livre sem ser considerado culpado.

Prontinho! Se isso lhe deu alguma idéia, favor me passar uma pequena porcentagem dos lucros!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: